Página atual:Português > Entretenimento > Turismo >

China e Portugal intensificam intercâmbios culturais

2017-07-19 16:09:56

China e Portugal intensificam intercâmbios culturais

Exposições, shows, danças, cursos e palestras: China e Portugal, apesar da distância geográfica, têm mantido boas relações e intensificaram os intercâmbios culturais e pessoais neste ano.

Até 23 de julho, o público chinês pode conhecer melhor artistas portugueses sem viajar ao países europeu. No Museu de Arte da CAFA, na capital, a exposição "Imprint", de Alexandre Farto Aka Vhils, mostra desde 30 de junho obras em paredes sobre pessoas, edifícios e outras "imprints" de cidades em todo o mundo, incluindo Beijing.

Em Harbin, cidade no nordeste da China, a pianista Marta Menezes fará um show no dia 13, depois de tê-lo apresentado em Shanghai, Chongqing e Chengdu. Depois seguirá para Tianjin e Beijing, onde tocará na Universidade Tsinghua e no Centro Nacional de Artes Dramáticas e Musicais.

Em Portugal, a cultura chinesa mostrou mais uma vez seu charme no Mercado de Culturas à Luz das Velas no município de Lagoa, de 6 a 9 de julho. A exposição "No aspecto da Rota da Seda -- China" e a mostra de instrumentos tradicionais chineses foram destaques no evento. Além disso, festas com características do Ano Novo Chinês, caligrafia chinesa e cursos de chinês popular animaram o público português no evento, e danças chinesas de dragão e leão tomaram o Mercado de Culturas naqueles dias.

Segundo o prefeito de Lagoa, Francisco Martins, a China e Portugal têm amizade há muito tempo e o Mercado de Culturas à Luz das Velas promoveu o entendimento dos portugueses sobre a cultura chinesa.

Os povos chinês e português também podem conhecer-se através de literatura e livros. Em 7 de junho, o primeiro Fórum Literário Portugal-China foi realizado em Lisboa e escritores conhecidos dos dois países trocaram opiniões sobre literatura e sociedade.

China e Portugal intensificam intercâmbios culturais

A Editora de Ensino e Pesquisa de Línguas Estrangeiras de Beijing e universidades relacionadas também estão promovendo um projeto de tradução e publicação de obras consagradas da literatura chinesa e portuguesa nas duas línguas.

Este é o Ano do Galo segundo o calendário tradicional chinês. Em março, uma grande estátua chamada POP GALO, da artista Joana Vasconcelos, começou a ser exibida no Distrito de Arte 798, em Beijing.

A obra combina a tradição da azulejaria de Portugal com a mais moderna tecnologia LED. O POP GALO tem cerca de 10 metros de altura e é revestido com 17 mil azulejos pintados à mão e 15 mil LEDs. Interconectado com uma composição sonora criada especificamente para a obra, o POP GALO fica diferente durante o dia e a noite.

Os governos chinês e português assinaram acordos para criar os respectivos centros culturais em Beijing e Lisboa e estão fazendo os preparativos.

Com o apoio governamental e cada vez maior vontade de intercâmbio entre os dois povos, além do voo direto entre os dois países, a ser lançado no dia 26 deste mês, os intercâmbios culturais continuarão crescentes e promoverão o desenvolvimento dos laços bilaterais.

Como disse o embaixador português em Beijing, Jorge Torres-Pereira, na cerimônia do lançamento do galo, a comunicação artística e cultural pode melhorar o entendimento e conhecimento recíproco entre Portugal e China e o intercâmbio cultural trará ganho mútuo para as relações bilaterais.


Páginas sugeridas



Top 10 MúsicasColetâneaMaisMais

  • TOP10 China
  • “This is Hyony” de Lee Jung-hyun

Vídeo

Either scripts and active content are not permitted to run or Adobe Flash Player version 11.4.0 or greater is not installed.

Get Adobe Flash Player
Trem de carga China-Ásia Central

China.com mais perto de você