Página atual:Português > Cultura > Tradições Chinesas >

Gravura e escultura em jade

2018-09-18 16:30:21

Gravura e escultura em jade

O descobrimento do povo chinês pelas possibilidades decorativas em pedras se remonta a época paleolítica, quando os antigos habitantes da China começaram a recolher pedras especiais, ossos e dentes de animais.

No neolítico inferior começaram a empregar jades mais duros como pingentes e semicirculares ou em forma de pérola.

A partir das dinastias Shang e Zhou (séculos XVII a. C. ? 221 a.C.), o jade adquiri um significado social simbólico e passa a representar o poder político, os rituais , a virtude e a moralidade.

Na atualidade o jade se emprega em talhas de diversas formas, como flores, animais ou pequenas representações arquitetônicas, as quais aproveitam as mudanças de cores das distintas partes de pedras.

Gravura e escultura em jade

Qingtian, da província de Zhejiang, e Shoushan, da província de Fujian, ambas no leste da China, são as principais produtoras da escultura em pedra.

Os artistas realçam as cores e esculpem altos relevos para criar objetos e seres animados.

Qingtian é conhecida por suas montanhas de vinhos, que representam cachos de suculentas uvas redondas suspendidos nas escarpaduras íngremes e que estão modeladas pelo procedimento do bordado com motivos concêntricos.

Por sua vez, Shoushan se especializa na elaboração de completas composições de animais bordados.

Um bom exemplo disso é uma peça consistente em um conjunto de vinte galinhas em uma cesta e sobre um rodapé de 20 centimetros de largura. O conjunto está perfeitamente integrado e as galinhas finamente esculpidas, parecem cheias de vida.


Páginas sugeridas



Top 10 MúsicasColetâneaMaisMais

  • TOP10 China
  • “This is Hyony” de Lee Jung-hyun

Vídeo

Either scripts and active content are not permitted to run or Adobe Flash Player version 11.4.0 or greater is not installed.

Get Adobe Flash Player
Oriente e Ocidente à Mesa - Dim sum cantonês

China.com mais perto de você