Página atual:Português > China >

Mídia norte-americana foca novas tarifas chinesas contra importações dos EUA

2018-08-04 18:20:36

As tensões comerciais entre a China e os Estados Unidos são acompanhadas intimamente por todos os círculos norte-americanos. A mídia dos Estados Unidos repercutiu imediatamente as retaliações chinesas contra o aumento de tarifas anunciado pelo país.

A rede CNBC avaliou que não é possível se desencadear uma guerra comercial que englobe todos os setores comerciais. Porém, a CNBC não exclui a possibilidade de uma piora da situação antes da atenuação definitiva. Para a emissora, a atual condição parece uma luta profissional. As duas partes atacam e ameaçam a outra sem desejar danos verdadeiros. Às vezes, pessoas ficaram prejudicadas neste processo, comentou a rede.

Em um artigo, a Bloomberg News afirmou que as medidas de retaliação anunciadas no dia 3 de agosto pela China revelaram a ineficiência das tarifas norte-americanas, promulgadas com a finalidade de obrigar o país oriental a voltar à mesa de negociação.

O The New York Times, por sua vez, lembrou que muitas corporações norte-americanas, da Apple à General Motors, transferiram grande parte de seus negócios para a China. Os celulares da Apple e os veículos da Chevrolet são desenvolvidos nos Estados Unidos. No entanto, são produzidos e vendidos na China. Segundo o jornal, as companhias norte-americanas estão enfrentando riscos na escalada dos conflitos comerciais.


Páginas sugeridas



Top 10 MúsicasColetâneaMaisMais

  • TOP10 China
  • “This is Hyony” de Lee Jung-hyun

Vídeo

Either scripts and active content are not permitted to run or Adobe Flash Player version 11.4.0 or greater is not installed.

Get Adobe Flash Player
Lenine Cabral, antigo morador da cidade de Nanjing

China.com mais perto de você