Página atual:Português > Tema >

China lança telescópio espacial Insight para pesquisar buracos negros

2017-06-16 20:08:56

A China lançou seu primeiro telescópio espacial de raios X para observar buracos negros, pulsares e explosões de raios gama. O lançamento foi feito pelo foguete Longa Marcha-4B a partir do Centro de Lançamento de Satélites de Jiuquan no deserto de Gobi, noroeste da China, às 11h da quinta-feira (15).

O telescópio de modulação de raios X rígido de 2,5 toneladas (HXMT na sigla em inglês), chamado Insight, foi enviado para uma órbita a 550 quilômetros da Terra. Ele vai ajudar os cientistas a entenderem melhor a evolução dos buracos negros, os fortes campos magnéticos e os interiores dos pulsares.

O lançamento do satelite preencheu o espaço do desenvolvimento de sondas para a observação de corpos celestiais de alta energia da China, levando o país a uma posição dianteira neste setor em todo o mundo. O vice-projetista do sistema do telescópio, Ni Runli, deu mais detalhes sobre o equipamento.

“O telescópio possui um formato cúbico e pesa 2.496 quilos. A sonda voará a uma altitude a de 550 quilômetros da Terra, e seu prazo na órbita será de quatro anos.”

Através do telescópio, os cientistas também estudarão como usar pulsares para a navegação espacial e procurar por explosões de raios gama correspondentes a ondas gravitacionais. Como resultado dos conhecimentos e esforços de várias gerações de cientistas chineses, o Insight deve impulsionar o desenvolvimento da astronomia espacial e melhorar a tecnologia espacial de detecção de raios X no país.

Ni Runli afirmou que, quanto à engenharia e tecnologia, o satélite possui funções fortes e uma larga faixa de ondas de deteção, assim como vários modelos de trabalho. A sonda pode realizar não apenas observações em pontos fixos, como também escaneamentos sobre uma grande área do espaço.

O satélite pode ajudar no descobrimento de novos fenômenos de radiação de alta energia e na observação de buracos negros e estrelas de nêutrons, o que contribuirá para o conhecimento astrofísico. O projetista-geral do programa, Ma Shijun, avaliou a importância da sonda.

“O novo equipamento estabelece um precedente nos estudos espaciais de nosso país e ajudará na aculumação de experiências para pesquisas mais profundas sobre o universo. O ser humano realiza atividades não apenas na Terra. Ele também deseja conhecer o espaço de forma mais intensa.”

Segundo informações oficiais, a China continuará a promover importantes projetos de pesquisas científicas espaciais, além de renovar pesquisas de tecnologias decisivas do setor.

Páginas sugeridas



Top 10 MúsicasColetâneaMaisMais

  • TOP 10 Músicas da China 20170623
  • “This is Hyony” de Lee Jung-hyun

Vídeo

Either scripts and active content are not permitted to run or Adobe Flash Player version 11.4.0 or greater is not installed.

Get Adobe Flash Player
Dia Mundial da Leitura

China.com mais perto de você