Página atual:Português > Tema >

Assembleia Popular Nacional da China aprova emenda constitucional

2018-03-12 18:21:33

A primeira sessão da 13ª Assembleia Popular Nacional (APN) realizou na tarde do dia 11 sua terceira plenária, aprovando a Emenda Constitucional da República Popular da China. Na entrevista coletiva realizada após a reunião, o presidente da Comissão para Assuntos Legislativos do Comitê Permanente da APN, Shen Chunyao, disse que a adoção da emenda constitucional irá impulsionar e garantir o desenvolvimento das causas do Partido e do Estado, bem como reforçar o Estado de Direito do país.

Os 2.964 representantes da APN participaram da votação da emenda constitucional. O documento foi aprovado com 2.958 votos a favor, dois contra e três abstenções. De acordo com Shen Chunyao, a revisão foi levada a cabo rigorosamente conforme o processo da lei. Ela alcançou a meta de incluir, na lei fundamental do país, as grandes teorias, pontos de vista, diretrizes e políticas definidas pelo 19º Congresso Nacional do Partido Comunista da China. Dessa forma, reflete os novos êxitos, experiências e requisitos do desenvolvimento das causas do Partido e do Estado, ao mesmo tempo em que mantém de forma geral a continuidade, a estabilidade e a autoridade da Constituição. Com 21 artigos, a emenda constitucional define claramente a posição de orientação do pensamento de Xi Jinping sobre o socialismo com características chinesas na nova era.

“O pensamento de Xi Jinping sobre o socialismo com características chinesas na nova era constitui o resultado mais recente da adaptação do marxismo à China, cristalizando as experiências de prática do partido e do povo em sua sabedoria coletiva. Refletir, nos pensamentos de orientação do país, os resultados mais recentes alcançados pelo povo sob a liderança do partido, é sempre um dos pilares da nossa Constituição. Desta vez, incluímos o pensamento de Xi Jinping na lei básica, fazendo as orientações do país avançarem com o tempo.”

Em relação ao reajuste do mandato do presidente e do vice-presidente do Estado, Shen Chunyao defendeu que a medida ajuda a melhorar o sistema de liderança, favorecendo a paz e a estabilidade do país.

“O cargo de liderança mais alto no Comitê Central do Partido, o presidente da Comissão Militar Central e o presidente do Estado, esse sistema de 'três em um ', além de ser necessário, é provado ser o sistema mais adequado para um grande partido e um grande país como o nosso. O reajuste à terceira cláusula do 79º artigo é uma medida importante para aperfeiçoar o sistema de liderança do Estado. Ele favorece a manutenção da autoridade e a liderança centralizada e unificada do Comitê Central do Partido, tendo Xi Jinping no núcleo, contribuindo para a paz e a estabilidade do país.”

Entre os 21 artigos da emenda constitucional, 11 estão relacionados aos trabalhos das comissões de supervisão. Zheng Shuna, vice-presidente da Comissão para Assuntos Legislativos do Comitê Permanente da APN, explicou que o país está determinado a reforçar o combate à corrupção.

“A reforma do sistema de supervisão tem a finalidade de agrupar os recursos anticorrupção, aumentar a liderança centralizada e unificada do Partido na campanha contra a corrupção, e formar uma rede de supervisão centralizada, unificada, autorizada e eficiente.”



Páginas sugeridas



Top 10 MúsicasColetâneaMaisMais

  • TOP10 China
  • “This is Hyony” de Lee Jung-hyun

Vídeo

Either scripts and active content are not permitted to run or Adobe Flash Player version 11.4.0 or greater is not installed.

Get Adobe Flash Player
Trem de carga China-Ásia Central

China.com mais perto de você