Página atual:Português > Tema >

Empresários e ex-funcionários da China e dos EUA abordam cooperação bilateral

2018-05-16 19:48:46

A cidade de Beijing sediou, entre os dias 15 e 16 de maio, a 10ª rodada do diálogo entre os líderes comerciais e industriais e ex-funcionários de alto nível da China e dos EUA. O evento, co-organizado pelo Centro Chinês para os Intercâmbios Econômicos Internacionais e Câmara do Comércio dos Estados Unidos, é mais uma plataforma para que os empresários, políticos e intelectuais troquem suas opiniões sobre o desenvolvimento das relações bilaterais entre a China e os Estados Unidos. Entre as pautas de discussão estiveram o rumo das políticas das duas nações e suas ações, cooperação no âmbito do Cinturão e Rota, economia digital e indústria tecnológica global. O diretor-geral do Centro Chinês para os Intercâmbios Econômicos Internacionais, Zeng Peiyan, abriu o diálogo.

“As economias da China e dos EUA estão interligadas. Se tiver uma guerra comercial, esta trará grandes riscos para o desenvolvimento das empresas dos dois países. O Centro Chinês para os Intercâmbios Econômicos Internacionais e a Câmara do Comércio dos EUA organizaram este diálogo com o objetivo de reforçar os intercâmbios e contatos por meio de conversas, e aproveitar as forças dos empresários para eliminar mal-entendidos e promover o desenvolvimento econômico e comercial.”

O presidente da Câmara do Comércio dos Estados Unidos, Thomas Donohue, defendeu que os dois países devem apostar em uma maior abertura para concretizar os interesses recíprocos, ao invés de recorrerem às medidas de restrição.

“Recusamos as políticas que visam só a conversão dos déficits comerciais. Adotar medidas restritivas contra a China alegando proteger operários, consumidores e empresas nacionais só prejudicará os interesses dos próprios norte-americanos. A prioridade é apostar na abertura do mercado e eliminar as medidas de supervisão que obstruem a competição. Temos desafios e dificuldades `a frente, mas isso não significa que não podemos chegar a um acordo que beneficie ambos. Há muitas oportunidades para os dois lados.”

Além do diálogo, outra notícia chamou também a atenção internacional. A convite do governo norte-americano, o enviado especial do presidente Xi Jinping e vice-premiê chinês, Liu He, vai visitar os EUA entre os dias 15 e 19 deste mês. Ele continuará discutindo a questão comercial com a equipe econômica dirigida pelo secretário do Tesouro americano, Steven Munchin. O ex-embaixador da China nos EUA, Zhou Wenzhong, comentou o diálogo entre os empresários comerciais e industriais e ex-funcionários de alto nível entre a China e os EUA.

“É um seminário sobre o rumo das políticas dos dois países. Aproveitamos a ocasião para apresentar as dez medidas de abertura chinesa, levantadas pelo presidente chinês Xi Jinping no Fórum Boao. O evento é uma oportunidade importante para que os participantes norte-americanos conheçam e compreendam a nossa determinação de levar a cabo as reformas e a abertura. Não é necessário ceticismo quanto a isto.”




Páginas sugeridas



Top 10 MúsicasColetâneaMaisMais

  • TOP10 China
  • “This is Hyony” de Lee Jung-hyun

Vídeo

Either scripts and active content are not permitted to run or Adobe Flash Player version 11.4.0 or greater is not installed.

Get Adobe Flash Player
Dandan

China.com mais perto de você