Página atual:Português > Tema >

Fórum de Cooperação entre China e Países Árabes prioriza desenvolvimento comum

2018-07-10 19:46:18

Beijing sediou hoje (10) pela manhã, no Grande Palácio do Povo, a 8ª Reunião Ministerial do Fórum de Cooperação entre China e Países Árabes. Na cerimônia de abertura, o presidente chinês, Xi Jinping, proferiu um discurso. Ele declarou que a China e os países árabes concordaram em elaborar uma parceria estratégica baseada na cooperação abrangente e no desenvolvimento comum, possibilitando avançar rumo ao futuro.

“Aqui, queria declarar que por intermédio da consulta amigável entre a China e os países árabes, concordamos em estabelecer uma parceria estratégica que respeite a cooperação abrangente e o desenvolvimento comum, avançando rumo ao futuro.”

Em seu discurso, Xi Jinping anunciou primeiramente o novo posicionamento das relações sino-árabes, que se tornou também o novo ponto de partida de colaboração entre os dois lados. O líder chinês afirmou que a China quer reforçar o acoplamento das estratégias e ações com a parte árabe e impulsionar “de mãos dadas” a construção do Cinturão e Rota.

Ele disse que a China e os países árabes devem ser guardiães da paz e da estabilidade do Oriente Médio, defensores do equilíbrio e da justiça e promotores do desenvolvimento comum, além de bons amigos de aprendizagem mútua. Xi Jinping declarou que os dois lados devem fortalecer a confiança mútua e persistir no diálogo.

“Existem muitas situações complexas no Oriente Médio, os lados precisam negociar, uma só parte não pode decidir unilateralmente. Devemos nos ater à soberania e nos opor à separação. Devemos também conclamar pela reconciliação de forma inclusiva e pela resistência ao terrorismo, além de reforçar a aplicação de estratégicas para beneficiar o bem-estar da população.”

Xi Jinping declarou que a China criará um plano exclusivo em que a economia será reforçada pela revitalização da indústria. O país oferecerá empréstimo no valor de US$ 20 bilhões, fortalecendo a cooperação com os países que apresentam necessidades de reconstrução, e prestando auxílio humanitário aos países árabes.

Xi Jinping reiterou que, na condição de importantes forças políticas no palco internacional, a China e os países árabes têm de sustentar com precisão a tendência histórica e repercutir sinceramente a voz do povo, além de levar o Oriente Médio a buscar um novo caminho de revitalização integral.

“A diversidade do Oriente Médio deve ser a fonte de vitalidade da região. Deve-se respeitar as diferenças e as opções de todos os países, persistir no tratamento igual e conviver com as diferenças, a fim de elaborar uma estrutura de segurança comum, sintética, cooperativa e sustentável. O desenvolvimento é a chave para resolver muitos desafios do Oriente Médio. Todos os lados devem se ater à cooperação, à complementaridade de vantagens e à prosperidade compartilhada.”

Ao final, Xi Jinping ressaltou que a China e os países árabes devem desenvolver o espírito da Rota da Seda e avançar, passo a passo, rumo à revitalização das nações chinesa e árabes.



Páginas sugeridas



Top 10 MúsicasColetâneaMaisMais

  • TOP10 China
  • “This is Hyony” de Lee Jung-hyun

Vídeo

Either scripts and active content are not permitted to run or Adobe Flash Player version 11.4.0 or greater is not installed.

Get Adobe Flash Player
Lenine Cabral, antigo morador da cidade de Nanjing

China.com mais perto de você