Página atual:Português > Tema >

China lança bolsa de inovação em ciência e tecnologia

2019-06-14 18:00:06

A China lançou nesta quinta-feira (13) sua Bolsa de Valores de Inovação em Ciência e Tecnologia, iniciando a bem esperada reforma do mercado de capital do país.

O novo mercado apoiará empresas tecnológicas que são adeptas a estratégias nacionais, fazem avanços em tecnologias-chave e são bem aceitas pelo mercado, a fim de tornarem-se mais fortes, apontou Yi Huiman, presidente da Comissão Reguladora de Valores da China (CRVC), na cerimônia de lançamento da Bolsa de Inovação em Ciência e Tecnologia no Fórum de Lujiazui em Shanghai.

Yi prometeu promover importantes inovações institucionais e implementar o sistema de oferta pública inicial com base no registro da nova bolsa, que destaca a divulgação adequada de informações. Yi disse que a CRVC promoverá a experiência da bolsa de inovação em ciência e tecnologia para reformas do mercado de capital e o transformará em um mercado regulado, transparente, aberto e cheio de vigor e resiliência.

Ele acrescentou que a Bolsa de Inovação em Ciência e Tecnologia está cheia de prospecção de desenvolvimento, porém, será inevitável encontrar certos desafios durante sua evolução. As autoridades prometeram sustentar a abordagem orientada pelo mercado, com base nas leis internacionais, respeitar as regras de mercado e garantir a implementação sólida de todas as medidas da reforma.

O presidente da Bolsa de Valores de Shanghai, Huang Hongyuan, apresentou as duas reformas adotadas na promoção da Bolsa de Inovação em Ciência e Tecnologia.

“A primeira é a reforma do sistema de registros. Persistimos na publicação de informações e no princípio de transparência. Na outra reforma, já fizemos uma rigorosa retirada da bolsa de inovação em ciência e tecnologia.”

Segundo Huang, atualmente, 122 empresas já entregaram os pedidos, e seis delas foram aprovadas.

“Seis empresas já foram aprovadas num período médio de 70 dias. A mais rápida levou apenas 60 dias. Na próxima fase, temos mais seis reuniões para revisar todos os pedidos. As primeiras empresas aprovadas poderão entrar na bolsa de inovação em ciência e tencnologia nos próximos dois meses.”

Para o vice-presidente da Universidade de Renmin, Wu Xiaoqiu, o mercado está aguardando a Bolsa de Inovação em Ciência e Tecnologia. Porém, ainda precisa de leis e regulamentos relacionados para garantir seu funcionamento estável.

“Mas também é preciso de um bom ambiente sistemático, incluindo regras maduras e sistema de punição aos atos de violação. Quais empresas são qualificadas para entrar nesta bolsa de valores? Devemos estabelecer um mecanismo de triagem.”



Páginas sugeridas



Top 10 MúsicasColetâneaMaisMais

  • TOP10 China
  • “This is Hyony” de Lee Jung-hyun

Vídeo

Either scripts and active content are not permitted to run or Adobe Flash Player version 11.4.0 or greater is not installed.

Get Adobe Flash Player
Oriente e Ocidente à Mesa - Dim sum cantonês

China.com mais perto de você