Página atual:Português > Mundo >

Países do Oriente Médio criticam decisão de Trump de reconhecer Jerusalém como capital de Israel

2017-12-07 17:08:14

O presidente norte-americano, Donald Trump, anunciou nesta quarta-feira (6) que vai reconhecer Jerusalém como capital de Israel e começará o trabalho de transferência da embaixada de Tel Aviv para lá. A Palestina, Jordânia, Egito e a Liga Árabe expressaram oposição à decisão dos EUA e declararam que o ato poderá resultar em consequências perigosas.

O porta-voz do escritório presidencial da Palestina, Nabil Abu Rdainah, criticou o anúncio e disse que isso significa que para os EUA Jerusalém é oficialmente reconhecida como a capital de Israel. Este movimento causará impactos graves à segurança e estabilidade do Oriente Médio.

O palácio presidencial egípcio publicou uma declaração, alertando que a decisão dos EUA vai tornar a situação do Oriente Médio mais complicada.

O secretário-geral da Liga Árabe, Ahmad Abdoul Gheit, declarou que a transferência da embaixada norte-americana é um ato perigoso. Caso a decisão seja feita, a ordem e segurança do Oriente Médio serão impactadas gravemente.

O porta-voz do presidente turco, Ibrahim Kalin, afirmou que a Turquia já convidou os dirigentes dos países membros da Organização de Cooperação Islâmica a reunirem-se para discutir a questão, em Istambul, dia 13 deste mês. Caso os EUA reconheçam oficialmente Jerusalém como capital de Israel, a Turquia vai cortar relação diplomática com Israel, alertou o presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan.


Páginas sugeridas



Top 10 MúsicasColetâneaMaisMais

  • TOP10 China
  • “This is Hyony” de Lee Jung-hyun

Vídeo

Either scripts and active content are not permitted to run or Adobe Flash Player version 11.4.0 or greater is not installed.

Get Adobe Flash Player
Trem de carga China-Ásia Central

China.com mais perto de você